Página Inicial MAIS MG Bandidos fazem a festa em Lafaiete

Bandidos fazem a festa em Lafaiete

Lafaiete volta a viver momentos de extrema violência. Depois de conviver com duas tentativas de homicídio, uma ocorrida na avenida Manoel Martins e outra na Barão de Pouso Alegre – as duas com vários tiros disparados em vias públicas -, agora a cidade registra inúmeros assaltos. O último foi registrado ontem, 08 de agosto.

Policiais foram até uma casa de materiais de construção, que fica às margens da BR-040 no bairro São Benedito e ouviram da vítima (mulher, 43 anos) a qual relatou que 02 (dois) rapazes com aparência de serem menores de idade, adentraram na loja e pediram o “preço do cimento branco”, no que ao pegar o mostruário de preços foi surpreendida com um dos jovens com uma arma na mão dizendo “perdeu mano, quero o dinheiro e onde está o cofre”. Contou ainda que o marginal estava muito nervoso e em dado momento direcionou a arma para seu próprio companheiro, que também estava armado. Os bandidos renderam outras três funcionárias (mulheres, idade entre 24 e 31 anos) ameaçando-as com uma arma de fogo.

Foi roubada a quantia de R$ 943,00 (novecentos e quarenta e três reais), que estaria no caixa.  Ainda oram rendidos também mais 03 (três) clientes (homens, idade ente 44 e 63 anos) que estariam no estabelecimento sendo levados alguns pertences e a quantia em dinheiro que portavam.

Os ladrões fugiram a pé em direção ao bairro Satélite  margeando a BR-040 sendo constatado posteriormente que um veículo estaria a espera dos marginais. Ninguém foi preso.

Mais um…mais um monte

Também na data de ontem, 08 de agosto, compareceu à sede da 61ª Cia PM uma solicitante/vítima  (mulher, 45 anos) relatando que na data de 07 de agosto foi ao banco retirar dinheiro para pagar os funcionários de um estabelecimento comercial (Oficina mecânica) situado na  rua Izidoro Cardoso, bairro Queluz e, que por volta das 17:48hs, estacionou seu veículo em frente ao estabelecimento e desembarcou,  quando foi surpreendida por dois indivíduos que se aproximaram e anunciaram o assalto, levando a quantia de R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) além de quebrar totalmente seu aparelho celular.

A vítima disse que um dos autores aparentava ser menor de idade, era moreno claro e empunhava uma arma de fogo com o cano marrom, já o segundo indivíduo trajava blusa de moletom cinza com a touca na cabeça sendo mais difícil repassar características. Após o roubo os infratores pularam um muro próximo ao local  e fugiram pela linha férrea.

No último dia 1º um crime parecido com o de ontem também foi registrado pela PM. O assalto ocorreu na rua Joemy Faria, no bairro São João, em Lafaiete, onde a vítima (mulher, 56 anos) relatou que o crime foi praticado por um homem de cor parda, usando capacete preto e com toca ninja encobrindo o rosto, camisa de manga curta na cor amarela e portando um revólver com o qual anunciou o assalto.

Segundo a solicitante, a mesma havia realizado o saque da quantia de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) em uma agência bancária e retornara ao comércio a fim de efetuar o pagamento dos funcionários da empresa. Contudo, quando se encontrava no refeitório do estabelecimento e antes mesmo de iniciar o pagamento dos funcionários, foi surpreendida pelo autor que na ação conseguiu subtrair a quantia de R$ 20.000,00 (vinte mil reais). Após o roubo, o autor fugiu em uma motocicleta Honda CG150 Titan de cor preta, que se encontrava o aguardando do lado de fora do comércio, sendo o veículo conduzido por um homem que utilizava calça jeans suja de tinta e um capacete vermelho de viseira escura. Ambos seguiram em direção ignorada.

Também na terça, 1º, houve o registro de uma ocorrência de roubo a um estabelecimento comercial situado à Rua Luciano de Queiroz, Bairro São Judas Tadeu, onde em contato com a vítima/funcionária (mulher, 18 anos), esta relatou que se encontrava no caixa do comércio quando foi abordada por um indivíduo armado com uma faca, o qual anunciou o assalto e subtraiu aproximadamente R$ 100,00 (cem reais).

Logo em seguida, o autor evadiu a pé em sentido ao interior do bairro tomando rumo ignorado. O autor foi descrito pela vítima como sendo um indivíduo de estatura mediana, 1,70 m, negro, magro, aparentemente com 18 anos de idade, trajando jaqueta de frio na cor escura, marrom ou azul, calça jeans escura e tênis marrom. Diante do contexto, foi realizado intenso rastreamento e diligências, porém sem êxito

Fonte: Fato Real