Página Inicial BRASIL Dia D quer resgatar crianças e adolescentes não vacinados; pais devem ficar...

Dia D quer resgatar crianças e adolescentes não vacinados; pais devem ficar atentos

Neste sábado (16) ocorre o Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação em todo o Brasil. O objetivo do Ministério da Saúde é imunizar cerca de 47 milhões de crianças e adolescentes menores de 15 anos atualizando a caderneta de vacinação.

Os postos de saúde espalhados pelos municípios do país receberam para essa campanha 14,8 milhões de doses extras. A campanha que teve início em 11 de setembro irá até o próximo dia 22 em aproximadamente 36 mil postos e conta com 350 mil profissionais da área de saúde.

Com o slogan “Todo mundo unido fica mais protegido”, a meta é resgatar todas as crianças e adolescentes não vacinados e, com isso, iniciar ou completar os esquemas de imunização. Segundo o ministério, 53% não estão com a vacinação em dia.

Em 2016, o Brasil registrou a menor cobertura vacinal dos últimos 10 anos, segundo a coordenadora-geral do Programa Nacional de Imunizações, Carla Domingues. “Não podemos dizer que temos uma tendência, mas é preocupante e por isso queremos reverter essa situação. O objetivo da campanha é resgatar os não vacinados para que esse dado de 2016 não se repita em 2017”, disse.

Para os dados serem positivos neste ano, o Ministério da Saúde levará a vacinação também para o espaço escolar.  De acordo com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a data ainda será definida com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). “Isso será um grande avanço para o nosso compromisso de ampliar a cobertura vacinal, quando pretendemos atualizar o maior número de cadernetas possível”, disse Barros.

Em 2017, o Ministério da Saúde fez alterações no esquema vacinal e, por isso, orienta os pais a irem aos postos de saúde para checar a caderneta de vacinação. Houve alteração nas vacinas meningocócica C, pneumocócica 10 valente, Papiloma Vírus Humano (HPV), febre amarela e dTpa.

Para mais informações sobre a campanha de vacinação clique aqui.

Fonte: Agência Brasil