Página Inicial Fique por dentro! Estudantes criam preservativos que mudam de cor ao detectar DST’s

Estudantes criam preservativos que mudam de cor ao detectar DST’s

Todos sabem da importância da proteção na hora do sexo. E, ao pensar nisso, os jovens Muaz Nawaz, Daanyaal Ali e Chirag Shah, da Isaac Newton Academy, em Londres, tiveram a ideia de criar uma camisinha que mudasse de cor ao detectar DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).

A ideia ainda está em fase de testes e deve demorar um pouco para chegar ao mercado. No conceito, o preservativo S.T.EYE conseguiria detectar quatro tipos de doenças: verde para clamídia; azul para sífilis; amarelo para herpes e roxo para verrugas genitais.

A funcionalidade será tanto para quem usa o produto, quanto para o parceiro sexual. Os tempos de reação para cada caso são diferentes.

dsts-1-1024x683

Os estudantes notaram através de pesquisas escolares o quão grave são os problemas com DSTs no Reino Unido. Clamídia e verrugas genitais são muito comuns na Inglaterra e têm maior perigo de serem contraídos durante o sexo, segundo dados do National Health Service.

A descoberta fez com que os estudantes ganhassem uma premiação no valor de £ 1,000 (R$ 3.864) no TeenTech, competição que promove ciência, engenharia e tecnologia nas escolas. Ainda precisa-se de muito investimento e pesquisa para que o produto seja viabilizado para o comércio.

Fonte: BHAZ