Página Inicial Destaques Morte de homem por febre amarela é confirmada em Mar de Espanha;...

Morte de homem por febre amarela é confirmada em Mar de Espanha; Prefeitura reforça medidas preventivas

Um homem, de 40 anos, morreu no dia 4 de janeiro vítima de febre amarela em Mar de Espanha, na Zona da Mata. Ele foi um dos novos casos confirmados no Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nesta quarta-feira (10).

De acordo com o Setor de Vigilância em Saúde da cidade, as ações preventivas no local onde o homem morava já foram feitas e as medidas de imunização estão em andamento.

Ações adotadas na cidade

O Setor de Vigilância em Saúde informou que o homem de 40 anos, que não teve o nome revelado e não tinha tomado a vacina, estava internado desde 2 de janeiro na Santa Casa de Misericórdia da cidade com quadro de febre hemorrágica, icterícia e sintomas que poderiam ser de várias doenças. Ele seria transferido para Juiz de Fora, mas não resistiu e morreu dois dias depois. Foi feita a coleta de material para a sorologia e, nesta quarta (10), a Prefeitura foi notificada de que ele estava com febre amarela.

Após a suspeita, foram realizados na área próxima onde o homem morava os procedimentos de bloqueio, com aplicação de inseticida, vistoria e combate a focos de Aedes aegypti, além da busca ativa e a vacinação das pessoas que ainda não estão imunizadas contra a febre amarela.

Conforme o setor, está em andamento uma investigação para tentar determinar onde ele foi infectado pela doença, se esteve am alguma área rural ou se pode ter sido em área urbana. As informações levantadas até agora apontam que ele não era vacinado, morava na cidade, mas viajava para trabalhar. A cidade deve receber técnicos da Gerência Regional da Saúde (GRS) para ajudar neste levantamento.

Imunização

Em novembro do ano passado, um macaco doente foi capturado no Horto Florestal da cidade e encaminhado para o Instituto Estadual de Florestas (IEF) em Juiz de Fora, onde morreu. O material foi encaminhado para exames que confirmaram que ele tinha febre amarela.

Diante disso, a Secretaria Municipal de Saúde adotou as medidas de intensificação da vacinação. Segundo o Setor de Vigilância em Saúde, atualmente, cerca de 90% da população nas áreas urbana e rural está imunizada.

Fonte: G1