Página Inicial Destaques Homem das ‘mil faces’ é preso após aplicar golpes em BH e...

Homem das ‘mil faces’ é preso após aplicar golpes em BH e outras três cidades

Um homem de 32 anos, conhecido como “o homem das mil faces”, foi preso na terça-feira (19), em flagrante, pela Polícia Civil, pelo crime de estelionato. O suspeito teria feito diversas vítimas nas cidades de Belo Horizonte, Juiz de Fora, Conselheiro Lafaiete e Sabará.

Conforme apurado, o golpe consistia em anunciar, pelo site OLX, aluguéis de apartamentos de luxo em Cabo Frio (RJ). As vítimas, então, entravam em contato por meio de WhatsApp e depositavam 50% do valor do aluguel, que era bem abaixo do valor de mercado. Só após o pagamento é que os interessados descobriam que o anúncio era falso. “Para os depósitos, o suspeito utilizava de contas de terceiros, que muitas vezes não tinham conhecimento da fraude. Em uma das vezes, ele chegou a usar até mesmo o nome de um colega de quarto”, destacou o delegado responsável pelas investigações, Vinícius Augusto de Souza Dias.

O suspeito, que também é investigado por golpes cometidos em outros Estados, ficou conhecido como “homem das mil faces”, por se utilizar sempre de nomes falsos para cometer os delitos. Em Alagoas, por exemplo, ele chegou a ser preso duas vezes, também por estelionato. Em Belo Horizonte, ele teria feito quatro vítimas em apenas dois meses. O prejuízo provocado às vítimas é estimado entre R$ 4.500 a R$ 5.000. Somando-se os golpes que teria cometido nos estados de Alagoas e São Paulo, os danos ao patrimônio das vítimas chegam a aproximadamente R$ 30 mil, conforme movimentação financeira apurada pela Polícia Civil.

A prisão do suspeito foi possível após ele ser flagrado pela Polícia sacando, em uma agência, na região central da capital, a quantia de R$ 900, que seria de uma das vítimas que já havia acionado a Polícia. Por isso, o chefe da Divisão de Investigações de Fraudes, delegado Rodrigo Bustamente, ressaltou a importância do rápido registro de ocorrências desse tipo. “A partir de uma denúncia conseguimos apurar o envolvimento de outras potenciais vítimas, por isso é sempre importante que as vítimas acionem a Polícia, assim que desconfiarem da prática delituosa”, disse.

Já o Chefe do Departamento de Investigações de Fraudes, delegado Rodrigo Bossi, pontuou algumas dicas para que os cidadãos não incorram nesse tipo crime. “É sempre importante fazer este tipo de transação em sites especializados em aluguéis, ao invés de sites genéricos de compra e venda e, também, pesquisar um pouco sobre a pessoa que está anunciando, se possível entrando em contato com outros compradores também”, explicou.

Fonte: Polícia Civil